Mito ou Facto – Os soutiens com armação aumentam o risco de contrair o cancro da mama? | Miss Mary of Sweden
Passar para o conteúdo principal
Refunded Returns

Mito ou Facto – Os soutiens com armação aumentam o risco de contrair o cancro da mama?

Periodicamente, circulam rumores na imprensa e nas redes sociais de que o uso de soutiens causa o cancro da mama, em especial os soutiens com armação. No presente artigo, averiguamos o que dizem os factos e o que a investigação demonstra.

Desde a década de 1990, surgem periodicamente nos órgãos de comunicação social e nas redes sociais narrativas segundo as quais o uso de soutiens, ou de soutiens com armação, contribui para a contração do cancro da mama. Entre outros, afirma-se que as mulheres que usam soutien mais de 12 horas por dia correm um risco acrescido de contraírem o cancro da mama, em comparação com as mulheres que não usam soutien. A mesma linha de argumentação sustenta ainda que os soutiens com armação, em particular, impedem a circulação e a drenagem de substâncias tóxicas que o sistema linfático procura transportar para fora do corpo. Na Miss Mary, recebemos de tempos a tempos pedidos de informações a este propósito por parte de clientes preocupadas. Consideramos que é uma ocasião oportuna para distinguir os factos dos mitos, remetendo a questão para a investigação atual sobre esta matéria.

Estudo de investigação de 2014
Em 2014, a revista científica norte-americana ”Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention” publicou o estudo “Bra Wearing Not Associated with Breast Cancer Risk: A Population-Based Case–Control Study”, que incide sobre a correlação entre o uso de soutiens e o risco de contração do cancro da mama. É o maior estudo jamais efetuado sobre esta matéria. No preâmbulo do relatório, os investigadores revelam que o estudo foi motivado pelas publicações nos meios de comunicação social que defendem que o uso de soutiens impede a circulação e a drenagem no sistema de linfático e, por consequência, afeta a capacidade do sistema em transportar para fora do corpo substâncias tóxicas e produtos residuais.

A investigação foi realizada entre mulheres pós-menopáusicas de 55-74 anos de idade, as quais foram interrogadas sobre os seus hábitos ao longo dos anos quanto ao uso de soutiens. Participaram 1044 mulheres diagnosticadas com dois tipos de cancro da mama (IDC e ILC) e um grupo de controlo composto por 480 mulheres que não tinham ou que tinham tido a doença. 

“Nenhum aspeto do uso de soutiens está associado a um risco acrescido de cancro da mama.”

O estudo concluiu que nenhum aspeto relacionado com o uso de soutiens está associado a um risco acrescido de contração do cancro da mama. Alguns dos fatores analisados foram:

  • Tamanho do peito (tamanho de copa A, B, C, D ou superior).
  • Número de horas por dia, em média, com o soutien vestido.
  • Soutien com armação.
  • Idade com que a participante começou a usar soutiens (12 anos ou menos, 13-15 anos, 15 anos ou mais).  

Nenhum destes fatores constitui um risco acrescido para a contração do cancro da mama.

Estudos anteriores nesta matéria
Os investigadores observaram que os resultados obtidos estão em consonância com um anterior estudo publicado em 1991 na revista “European Journal of Cancer and Oncology”. Nesse estudo, também realizado com mulheres pós-menopáusicas, as participantes estavam categorizadas apenas em dois grupos: utilizadoras de soutiens e não utilizadoras de soutiens. O estudo não teve em conta o tipo de soutien utilizado (com/sem armação), nem tão pouco o tempo de utilização por dia.

Teve em consideração o tamanho de copa e concluiu que as mulheres que não usam soutien têm 50 % menos probabilidade de contrair o cancro da mama do que as que usam soutien. No entanto, isso deve-se ao facto das mulheres que não usavam soutien serem mais magras e terem peito mais pequeno. Entre as utilizadoras de soutiens, o risco de contrair o cancro da mama afetava sobretudo as mulheres com peitos mais volumosos, mas isso devia-se a um excesso significativo de peso e não ao uso de soutiens em si. Portanto, as clientes podem continuar a usar os seus soutiens favoritos sem receio.

Em caso de incerteza ou se está preocupada sobre o nível de risco associado ao cancro da mama, ou se já sofre do cancro, recomendamos que consulte um médico ou outro especialista. É bom conhecer os fatores que aumentam ou diminuem o risco de cancro da mama. Há muitos fatores que contribuem, mas o uso ou não de soutiens é irrelevante.  

Entretanto, para o seu bem-estar, é importante que use o tamanho de soutien certo. Se tiver dúvidas sobre o tamanho mais adequado para si, consulte o nosso guia de tamanhos ou contacte o nosso serviço de atendimento às clientes. As nossas consultoras ajudá-la-ão a encontrar o tamanho indicado.

Fontes:
Lu Chen, Kathleen E. Malone e Christopher I. Li. “Bra Wearing Not Associated with Breast Cancer Risk: A Population-Based Case–Control Study.” Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention, Setembro de 2014, Volume 23, Número 10. Disponível  em: https://cebp.aacrjournals.org/content/cebp/23/10.toc.pdf

Hsieh CC, Trichopoulos D “Breast size, handedness and breast cancer risk”. European Journal of Cancer and Onmcology 1991;27:131–5. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/027753799190469T

https://www.center4research.org/can-wearing-bra-cause-breast-cancer/

 

Adicionar novo comentário

Plain text

  • Não são permitidas tags HTML.
  • Endereços de páginas web e endereços de email são transformados automaticamente em ligações.
  • As linhas e os parágrafos quebram automaticamente.